sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

(2017/008) Sexo é água na boca

Procriação é procriação. Procriação é pura mecânica. Tudo bem?

Sexo é outra coisa. Sexo não tem nada a ver com procriação - I am sorry, católicos! Sexo tem a ver com desejo, Religiões puritanas - as de controle da subjetividade - tendem a tratar o desejo como luxúria... E é. Desejo é tesão. Isso é sexo.

Nesse sentido, há espaço para a mecânica? Claro. Mas sexo não é mecânica. Sexo é jogo, brincadeira, diversão, é olho, é boca, é nariz, é ouvido, é mão. Sexo não é nem neve nem deserto: sexo é floresta. Floresta tropical. Tipo Congo. Floresta úmida. Sons, cheiros, sensações...

Esquece isso de procriação. Procriação é coisa de mãe e pai: vamos ter um filho? Vamos. E fazem. Sexo é outra coisa. É ela passando, ele olha. Olhou, fodeu. Modo de dizer, que foder mesmo é só depois. Olhou, fodeu no sentido de que o olho caiu no laço, preso pelas curvas de carne, pela memória que dá água na boca...

Sexo é isso: água na boca.











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Um comentário:

Thiago Roberto disse...

ExraorExtraord professor, esse ensino libertaria muitos casais cristãos em crise e que sao muito mal resolvidos nessa área por causa desse preconceito quanto a liberdade entre quatro paredes que não diz respeito a ninguém a não ser o casal .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio