sábado, 12 de março de 2016

(2016/048) Sobre um deus sem nome e um povo com nome de deus "estranho"...


Duas curiosidades insuperáveis no cristianismo como desdobramento do judaísmo.

1. É a única religião do planeta que não sabe o nome do deus a que diz servir. Os judeus ortodoxos chamam-no, ironicamente, de Hashshem ("o nome"), mas não é porque não podem falar o nome do nome - é porque não sabem. E não é que nunca tenham sabido: sabiam. A Bíblia Hebraica tem centenas de centenas de vezes o nome HWHY escrito, de sorte que israelitas e judeus sabiam muito bem como pronunciá-lo. ...Mas inventaram de proibir a sua pronúncia por volta dos século V ou IV e, depois de mil anos, não sabiam mais, como até hoje ninguém sabe como se pronuncia... Uma religião tão vaidosa e arrogante, que diz que só existe o seu deus, vejam só, não sabe o nome dele...

2. Israel tem em seu nome o nome do deus cananeu 'El. 'El era pai de Baal, de Anat, marido de Asherah. Quando Israel surgiu, antes mesmo do século XIII a.C., nasceu vinculando-se a esse deus - 'El. Israel não era nem podia ser adorador de Yahweh, já que Yahweh sequer deus israelita era. Somente por volta do século XI ou X é que Yahweh entra em Canaã. Com o passar do tempo, destrona 'El, assume seu lugar e passa a ser o deus dos israelitas, que, porque identificaram Yahweh com 'El, não julgaram ser necessário trocar de nome...

De sorte que nós temos o povo bíblico com o nome de um deus que, segundo os cristãos, não existe, e um povo cristão que adora aquele que eles dizem ser o único deus, mas cujo nome não sabem...

Não é uma peça surreal?









https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/976900392390531

OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget