sexta-feira, 11 de março de 2016

(2016/042) Pois eu prefiro sensibilidade...

Sensibilidade é uma palavra que me agrada. Espiritualidade, não. Sensibilidade repousa sobre o sensível, o perceptível... Estamos aí diante de um desdobramento psicológico, um transbordamento de nós mesmos, a partir de nós mesmos... Espiritualidade já é uma palavra que se crava sobre o mito de um espírito, a mitologia de uma alma, e se disfarça em outra coisa que não o apego inconfesso às doutrinas...

Não? Então despeça a palavra comprometida...



OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget