sábado, 14 de fevereiro de 2015

(2015/196) Fragmentos facebookianos


I.


Quando alguém cai na areia movediça, percebe que está afundando... O pós-moderno que se encanta com o discurso a discursividade da realidade, esse, coitado, afunda e nem se dá conta.



II.

Eu adoro Eliade, amo-o apaixonadamente. Mas, quando leio coisas que ele escreve sobre os israelitas e judeus da Bíblia Hebraica, pelo fato de ser de minha especialidade, percebo não poucos equívocos, sejam de ordem histórica, sejam de ordem conceitual.

Meu medo: não sendo eu especialista em outras áreas, será que a procedência que concedo às suas descrições é fruto apenas disso: minha ignorância?



III.

Osvaldo, quando você insinua que religião e loucura são fenômenos equivalentes, você ofende pessoas...

Quais?, as mesmas que dizem que gays cometem pecado? Mande-os crescer. Quem aguenta ferir, aguenta ser ferido.
https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/787303804683525


IV.

Desconheço gente mais narcisista do que crente.
Narcisista e falso-humilde...
https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/787304771350095


V.

Na Política, a mentira é uma necessidade e, em grande medida, uma bondade.
Na Estética, não existe mentira.
Na Heurística, é um crime.

https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/787397434674162


VI.

Há momentos em que mentir é ser bom.
Nenhum sistema rígido determina esse momento.
É a dinâmica da vida, o jogo real das relações, que elege o instante em que ser bom é mentir.
https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/787395758007663


VII.

Alguém precisa avisar ao crente que quando se falou lá em "caminho estreito", se referia à vida, não à mentalidade...

https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/787459951334577









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget