sábado, 11 de outubro de 2014

(2014/752) O útero e a merda toda - de I a IV

O útero e a merda toda (I)

Ao lado do útero, os intestinos...
O feto já nasce ali ao lado da merda toda.
É para ir se acostumando com a vida.

(https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/714466701967236)


O útero e a merda toda (II)

Ao lado do útero, os intestinos.
Se você olha lá, só vê merda.
Mas há mais vida lá do que em tudo que pulsa dentro do saco rosa.

(https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/714467251967181)


O útero e a merda toda (III)

Ao lado do útero, os intestinos.
Assim, o feto já aprende a que se destinam as suas carnes.

(https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/714467738633799)


O útero e a merda toda (IV)

Ao lado do útero, os intestinos.
Ah, o feto se acha...
Lá fora, besouros esperam que alguma coisa saia, e tanto faz o que...

(https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/714468065300433)









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget