terça-feira, 20 de maio de 2014

(2014/482) Atobás de pata azul, acidentes genéticos e competitividade



Galápagos só conhecia atobás comuns. A vida dos atobás comuns era semelhante a de todos os atobás comuns: comum. Um dia, ocorreu um acidente genético: um filhote de atobá nasceu com as patas azuis, um problema genético. Aparentemente, nada alteraria nem a vida dele nem a de seus pais e amigos.

Mas ele cresceu. Quando chegou a época de cortejar as atobás comuns, as meninas olharam para os sapatos novos dele e, hum, que delícia de rapaz...! Ele foi a festa das meninas, para desespero dos rapazes comuns.

A geração seguinte viu nascer um monte de atobás de patas azuis, e ainda muitos mais comuns. Mas, quando esses também de sapatos novos fizeram a corte das meninas, elas, excitadíssimas com os pés azuis dos rapazes, fizeram-lhes todos os dengos e deram-lhes muitas alegrias...

... e filhotes de patas azuis.

Logo, havia milhares de patas azuis, machos e fêmeas e, então, em pouco tempo, não havia mais nenhum atobá comum em Galápagos...











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget