sábado, 14 de setembro de 2013

(2013/1066) Moralina


A moralina, essa energia vampiresca que se disfarça em bondade moral, torna a pessoa por ela tomada em um ser doente - mas, sobretudo, perverso e perigoso...

Em termos negativos, basta que nos respeitemos, que não nos ofendamos mutuamente, que não interfiramos na liberdade e na vida do outro - e estamos prontos para um convívio social.

O juízo moral não tem nenhuma utilidade que não fazer de nós, juízes, pessoas pretensamente superiores...

Geralmente, somos sepulcros caiados...









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget