terça-feira, 3 de setembro de 2013

(2013/1009) O que se exige de um pastor


Que grau de ética não se exige de um pastor!
Que grau de honestidade!
Que grau de lucidez!
Que grau de transparência!
Que grau de conhecimento!
Pôr-se à frente de um rebanho, tendo o poder de controlá-lo por meio da retórica divina...
Pôr-se à frente de um rebanho, sabendo que o que se disser, será crido como vindo de Deus...
O sujeito fala da encarnação e do esvaziamento do Cristo.
Mas ele, em lugar disso, diviniza a sua fala, endeusa a sua pregação.
Já nisso se desmonta tudo o mais...
Que grau de humildade e respeito, de humanidade e temor não se exige de um pastor!

Hoje, praticamente nenhum...

Mas se conhece o verdadeiro homem e a verdadeira mulher quando, a despeito de ninguém mais lhe exigir isso, ele o sentir exigido de sua própria consciência.







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget