terça-feira, 3 de setembro de 2013

(2013/1004) Paul Tillich, em Filosofia da Religião - mas, no seu caso, é uma descrição normativa?


Em Teologia e Filosofia Religiosa, constante de Filosofia da Religião, de Paul Tillich, o primeiro parágrafo seria chamado de fundamentalista por meus amigos pragmáticos. Tillich diz que, no âmbito das ciências duras, não há duas alternativas distintas igualmente válidas: ou uma delas está errada, ou as duas. O observador deve tentar sair de cena e deixar o objeto o mais desnudado possível.

Já no segundo parágrafo, que é o que de fato lhe interessa, Tillich afirma que o ponto de vista do observador está integrando a matéria que estuda, de modo que uma observação nesse campo se faz ao mesmo tempo que outra observação em outro campo, sem que nenhuma das duas possa dizer que a outra está errada...

Aí, ele sapeca: todo conceito universal em ciências culturais é inútil ou é um conceito normativo disfarçado (Filosofía de la Religión, Megápolis, 1973, p. 156).

Jura, Tillich? E o que você acaba de fazer é o quê? Dizer que não há possibilidade de conceitos universais em ciências culturais não é um conceito universal aposto a ciência cultural? Não é um flagrante enorme, colossal, abismal, de contradição?

Mais - se a posição do sujeito observador está comprometida no objeto, de sorte que não há, nesse campo, declarações certas ou erradas, não faz com que, automaticamente, a declaração de que o sujeito não de compromete apareça ao lado e com igual validade da de que o sujeito se compromete com o objeto, fazendo desse tipo de arrazoado uma sopa de confusões epistemológicas e teórico-metodológicas?

Mais - você não acaba confundido a expressão política e estética, na cultura, com a expressão heurística, seja ela dura ou mole, no campos das ciências da natureza ou das humanas?

Acho que esse tipo de arrazoado patina na própria roldana, gira em torno do próprio eixo, faz que vai, mas não vai e, quando dá um tiro, acerta o próprio pé...

Mas, o que deve ter de gente citando, não está no gibi...







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget