sábado, 16 de março de 2013

(2013/256) Uluru e Kata Tjuta - dos mais antigos centros religiosos do planeta - e, sobretudo, belíssimas formações de rocha

1. Observe o seguinte mapa, copiado do Google Maps:


2. Ele representa um recorte do Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta, na Austrália. À direita, menor, a famosa rocha Uluru, também conhecida como Ayers Rock ou The Rock. À esquerda, bem maior, o complexo Kata Tjuta. Uma vista área, via satélite, pode ser apreciada aqui. O complexo e o parque situam-se no centro do tabuleiro continental da Austrália.

3. Diferentemente de Uluru, que constitui uma única eflorescência, o Complexo de Kata Tjuta é constituído por um conjunto de eflorescências rochosas, o que pode ser visto nessa consideravelmente grande imagem e nas imagens seguintes (clique para ampliar).




4. Uluru é mais famosa, e está intimamente ligada a tradições religiosas e mitos aborígenes. Inconfundível.

 



5. Na verdade, trata-se do mesmo complexo. Apenas as duas extremidades estão à flor da terra, mas, no interior da terra, Uluru e Kata Tjuta formam um único tronco de rocha sólida.



6. Abaixo, vídeo-montagem ao som de instrumentos musicais aborígenes, como o yidaki (didgeridoo).






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget