terça-feira, 1 de março de 2016

(2016/037) Duas reflexões - mentira: escárnios - sobre homofobia


I.

O engraçado do argumento homofóbico baseado na condição "antinatural" do comportamento homoafetivo é que a própria religião que maneja o argumento não é natural - é inventada culturalmente...

No fundo, homofobia é, em primeiro lugar, ignorância.

Depois, claro, vem todas as demais causas horrorosas que fazem do homofóbico a pessoa horrorosa que ele é...

Às vezes, por ignorância...

Mas, então, você tenta esclarecer, e percebe que a ignorância já se transformou em preconceito arraigado...

https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/974703835943520


II.

O crente acha que o coito não hétero é antinatural, de sorte que a mulher crente, a mulher do crente, não deveria jamais depilar os pelos pubianos, posto que depilar os pelos pubianos não é coisa natural, já que, se os pelos crescem, é porque é projeto divino que cresçam, o que, todavia, não causaria nenhum problema de ordem sexual, já que sexo oral não é natural, de sorte que o crente não faz e, então, não corre o risco de morrer engasgado em 172 fios de pentelho...

https://www.facebook.com/osvaldo.l.ribeiro/posts/974704625943441







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Um comentário:

Telmo Kiguel disse...

Estas ocorrências poderão ser melhor entendidas se procurarmos a prevenção da homofobia. Bons exemplos vem do Canadá, da Alemanha e das pesquisas abaixo: http://saudepublicada.sul21.com.br/2016/02/21/homofobia-no-canada-querem-prevenir-e-aqui-quem-nao-quer/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget