terça-feira, 1 de março de 2016

(2016/034) Ainda sobre o fundamentalismo

Para o fundamentalismo emergir em uma comunidade, é preciso que um líder o promova e incentive, alimentando o "rebanho" com as doses diárias de imbecilidade... Mas depois que o fundamentalismo se instala, não há mais como alguém simplesmente o interromper, porque ele há de se disseminar por si mesmo, da mesma forma como os contágios por contato...

Aqueles que têm alguma forma de anticorpo, apesar de contagiados, conseguem curar-se, depois de um ou dois anos. Os que, todavia, não dispõem dos mecanismos psicosocioantropológicos de reação, esses hão de sofrer por muitos anos, alguns até por décadas, e uns tantos, ainda, a vida inteira...
O estrago miserável de um miserável líder fundamentalista é incalculável para uma sociedade.





OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget