sexta-feira, 27 de março de 2015

(2015/334) O equívoco das leituras "místicas" (teológicas!) dos textos bíblicos

Um equívoco comum das leituras bíblicas.

Éden.

A expressão, adequada, é "e sereis como 'Deus'"...

O leitor "entra na da" retórica... Crente que é, ele se faz ainda mais: "o pecado de Adão e Eva" foi querer ser como Deus...

E lá se vão 12.768 artigos, 792 livros, incontáveis sermões...

Qual o equívoco?

É política.

Você até pode fazer de conta que a religião é o que a própria religião diz, o que faz de você um crente e, ao mesmo tempo, um tolo. A religião não é o que a própria religião diz que é. A religião é política. Todas elas. Nada mais do que política. E tudo o mais que ela pode ser e é não passa de um subconjunto da política...

Logo, o que deveria fazer o leitor?

Abrir a coisa em sentido sócio-político. Se alguém estava à época a não querer que as pessoas fossem como os deuses, o que isso quer dizer concretamente? Quem está por trás da narrativa? Ser como os deuses, aí, é o quê?

A narrativa responde: conhecer o que é bom (não é o bem, é tov, bom) e o que ´[e ruim (não é o mal, é mau, ra'). Quem conhece o que é bom e o que é mau, isto é, quem sabe o que é bom e o que é mau, quem decide o que é bom e o que é mau, quem é livre, quem tem autonomia, quem manda no próprio nariz, é como os deuses...

Quem escreveu essa passagem não quer que as pessoas para quem ele escreve saibam o que é bom e o que é ruim...

Esse indivíduo quer que as pessoas, para decidir o que é bom e o que é ruim, consulte, ai, infâmia!, ai, blasfêmia!, os deuses - ou seja: ele, esse mesmo sujeito que escreveu o texto.

O povo não pode decidir. O povo tem de ir bater cabeça aos pés desse indigente ético...

Não tem nada de extra-cultural aí, nada de sobrenatural aí, nada de extra-político aí...

Política.

(...)

Aí, vem o neo-crente, o leitor metafórico-pós-moderno, dizer que há sentidos profundos nesse texto e que mitos são verdades em sentido profundo...

Pode apostar um braço: é pregador.











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget