sábado, 31 de janeiro de 2015

(2015/147) Sobre o programa político-ideológico por trás de todos os discursos

O maior e mais grosseiro erro sobre Nietzsche no século XX não foi necessariamente o desvendamento do que ele disse, mas as implicações que ele mesmo tirou disso que ele disse.

Filósofos político-programáticos do século XX tomaram o que ele disse e tiraram daí implicações que ele absolutamente não tirou, pelo contrário!, e disseram que era N. dizendo - mas ele nunca disse, nunca diria e não autorizaria que se dissesse.

Por isso foi tão fácil o século XX dos filósofos nos enganar quanto a N.: com metade de verdade e metade de mentira (sem querer?, ou seja, por ignorância do filósofo?, de propósito, ou seja, porque se fez religioso?), caímos presas do mesmo tipo de encantamento que hoje a mídia usa contra nós.










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget