terça-feira, 6 de janeiro de 2015

(2015/046) Quando Israel se tornou monoteísta?

Quando Israel se tornou monoteísta?

Bem, Israel, Israel, nunca. Israel foi destruído em 722 e acabou.

Quanto a Judá, não antes do exílio.

No exílio, então?

Não. Todo o povo que ficou na terra (pelo menos 70%, mas, provavelmente, 90% da população total, já que apenas uma pequena parcela [a elite] foi para o cativeiro) era politeísta. A própria elite deportada era politeísta.

As coisas não estão muito claras: a) quando a golah tornou-se monolátrica"? Por quê? Voltou já monolátrica ou deu-se o fenômeno apenas em Jerusalém, depois de 515? Não sabemos. Temos apenas hipóteses.

Seja como for, não se tornaram monoteístas. Se tornaram monolátricos. A monolatria obrigou a costura de deuses diferentes em um só, como El-Shadday e Yahweh (para receber o campesinato abraâmico na religião do templo). Mas monoteísmo mesmo, disso não se pode falar senão depois da entrada dos gregos no cenário e, ainda assim, não se pode dizer que foi imediata a transformação da monolatria político-religiosa em monoteísmo filosófico-teológico.

Já ouvi gente defender que apenas após o período do Novo Testamento!











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget