sexta-feira, 28 de novembro de 2014

(2014/774) Por que a crítica aborrece tanto

A gana com que teólogos e agentes de pastoral - engajados! - defendem a saída humana para o mito religioso, a metafísica religiosa, tudo isso como "cura da angústia" e solução para a - de outro modo, eles dizem - falta de sentido da vida é, a meus olhos, nada mais do que a defesa que eles fazem de seu engajamento nesse tipo de fuga, saída e solução...

Não estão tão aborrecidos com o fato de que as críticas fragilizam a adesão acrítica ao jogo quanto estão do fato de que é seu brinquedo que é criticado. Ainda se trata, até o fim, da vaidade humana - mais vale a alienação humana, mas seu despojo terapêutico, à sua emancipação e distração para outros subterfúgios de cura...








OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget