terça-feira, 13 de maio de 2014

(2014/435) Não é a autoridade, é a procedência do discurso


Tentar fazer o aluno entender que o fato de um autor dizer uma coisa não é fundamento para a procedência dessa coisa, é tão somente alguém dizendo uma coisa...

Aí, ele argumenta que você não gosta daquele autor...

Não se trata de gostar ou não gostar: o que autores dizem é apenas o que eles dizem - resta ao pesquisador verificar se o que eles dizem bate com o real...










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget