sexta-feira, 18 de abril de 2014

(2014/268) A "Praia dos Porcos", nas Bahamas, e a Internet deformada


O facebook está sendo palco de uma invasão de vídeos "fechados". As pessoas postam vídeos chamativos (caça cliques). Os vídeos não têm identificação, e, para assisti-los, você é forçado a entrar no link do sujeito. Nenhum mal, claro, se se tratasse de um texto dele, de uma filmagem dele, de algo que ele fez. Mas não: são vídeos sugados do Youtube...

Acabei de encontrar outro - por dia, são dezenas, talvez, centenas.

Um vídeo mostra porcos em uma ilha... Muito interessante de ver os porcos nadando, indo me direção à lancha e, depois, sendo alimentados. Na hora, você entende que os porcos já se acostumaram a serem alimentados pelos visitantes das lanchas e, por isso, já entram na água e vão na direção deles...

Decidi não curtir mais, nem compartilhar mais esses vídeos. Acho que se trata de uma prática na direção contrária ao espírito da Internet - pegar uma coisa aberta, fechar e tirar proveito disso. O contrário, aceito: isso, não.

Foi fácil achar o vídeo aberto no Youtube. "Pigs in the beach", digitei e, pronto, o primeiro link do Youtube é o vídeo "pirateado às avessas".

De quebra, descobri as informações que o divulgador contra-pirata sonega: trata-se de uma ilha ("Pig Beach") entre centenas, de Exuma, distrito das Bahamas. Uma ilha desabitada, mas cheia de porcos "selvagens". Os turistas vão lá, para vê-los, brincar com eles e, o que interessa aos porcos, dar comia a eles...





Quando você se deparar com esses vídeos contra-pirateados e fechados, localize o original no Youtube, de onde foram capturados, e divulgue a versão aberta - ajude a acabar com esses caça-cliques.







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget