quinta-feira, 17 de abril de 2014

(2014/244) Quando achei ter sido fiel a Deus


Minha mãe criou 4 filhos sem o marido. Fomos pobres, muito, mas ela conseguiu que todos os filhos chegassem até o segundo grau. Fumava horrores (paga por isso, hoje), mas ensinou-nos a não fumar - nenhum dos filhos fuma. Nenhuma das religiões que ela praticava tornou-se as nossas religiões, porque ela dizia que quando fôssemos grandes, escolheríamos por nós mesmos. 

Converti-me aos 18 anos. Na Igreja batista. Adquiri todos os discursos de uma igreja cristã evangélica batista. Tornei-me um fundamentalista horroroso.

Um dia, entrei em casa. Minha mãe tinha acendido uma vela de sete dias e a colocara na pequena prateleira de madeira de caixa de uva.

O Espírito Santo dos fundamentalistas miseráveis me tomou e eu lhe disse, sem piedade alguma: é por isso que Deus não nos dá nada...

A dor dessa cena me persegue até hoje.

Mas passei alguns anos achando que aquele tinha sido o momento em que eu mais fora fiel a Deus...










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget