sexta-feira, 4 de outubro de 2013

(2013/1141) Usus auctoris


Não me interessa fazer de um autor que leio alguém bom para mim, útil. Não leio para instrumentalizar as pessoas. Quero saber exatamente o que ele disse, o que ele pensava. Se ele me parece como alguém bom, ótimo, ele é bom. Se alguém se me revela como mau, não vou fazer dele alguém bom, para ser-me útil à minha estratégia de moldar o mundo.








OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget