sábado, 31 de agosto de 2013

(2013/989) Não é uma questão de homem, uma questão de negro, uma questão de batista: é uma questão deste, especificamente este homem negro batista


Havia outros homens, mas foi este.

Havia outros negros, mas foi este.

Havia outros batistas, mas foi este.

Havia outros homens que pensavam o contrário dele. Este, sonhava.

Havia outros negros que pensavam o contrário dele. Este, sonhava.

Havia outros batistas que pensavam diferente dele. Este, sonhava.

Não há como pôr a conta no fato de ele ser homem, ser negro ou ser batista.

É ele, este homem.

Não é uma ode a homens, a negros e a batistas.

É uma ode a este homem negro batista...









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget