sexta-feira, 23 de agosto de 2013

(2013/933) Depois da morte, não vamos todos para o mesmo lugar


Quando morrermos, nem todos vão para o mesmo lugar. 

Uns vão para covas, outros, para os rios, outros, ficam no mar, outros, são entregues a carniceiros, uns vão para solução de formol em centros de estudos fisiológicos... 

Mesmo aqueles que acham que vão para o mesmo lugar, a cova, por exemplo, não é verdade. Alguns, sim, vão para covas comuns, como os assassinados em genocídios de guerra, familiares, também, que usam as mesmas sepulturas, mas, a maioria, não - um vai para a cova 77.459, outro, para uma cova sem plaquinha, outra, para a cova A-66/2013. Cada um em um buraco diferente.

Quando morremos, não vamos todos para o mesmo lugar...






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget