segunda-feira, 18 de março de 2013

(2013/275) Pequena crônica de uma folha inconformada

1. Era uma folha como todas as outras. Ficava lá, como todas as outras. Era verde, como todas as outras. Ela - e mais um milhão...




2. Seu destino, como o de todas as outras folhas, era, um dia, cair, cair e ser levada embora...


3. Então, um dia, enquanto refletia sobre seu destino, pensou se não seria bom dar um rumo diferente à sua vida, dar no pé, traçar seu rumo, cuidar do próprio nariz, fazer seu destino...

4. E, então foi.

5. Conheceu um sujeito ruivo e ficou amiga dele. Vivem muito bem, até hoje...






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget