quinta-feira, 24 de março de 2016

(2016/083) Por que Paulo elogiou mesmo os bereanos...?

Ah, o povo que enche meu saco falando dos bereanos... Bereanos, bereanos... O povo lê os textos bíblicos com a cabeça enfiada no tacho de água benta. Serve para que esse tipo de leitura? Para nada de bom...

Explico. Paulo é aquele moço que, porque os gálatas estavam a enamorar-se de outras prédicas, tratou-os como tomados de macumba (não é isso, Daniel Justi?) e tratou os macumbeiros como amaldiçoados: qualquer um que pregar outra coisa que não o que eu prego, é maldito...

Um exemplo de pluralidade, esse rapaz...

Aí, ele soube de uma gente que ouviu suas pregações, mas, zelosa da verdade, corre a checar, nos textos sagrados, se era assim. E, lendo nos textos sagrados, concordaram que Paulo dizia exatamente como as coisas eram, de sorte que ficam com Paulo...

O moço então elogia os bereanos...

Por que os elogiou? Porque foram conferir? Não. Claro que não!

Digamos que os bereanos fossem consultar e, tendo consultado, voltassem a dizer que Paulo era um lunático? Paulo os elogiaria? Ou diria a eles o mesmo que disse aos gálatas?

Paulo não elogiou os bereanos porque consultaram. Elogiou porque concordaram com ele.

Autocrático o moço...

Conheço uns tantos assim...








OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget