sábado, 28 de novembro de 2015

(2015/454) Caricatura de um teólogo de esquerda

O teólogo de esquerda é um sujeito que se agarra prostaticamente aos valores libertários da modernidade, aos conceitos de liberdade, de igualdade, de fraternidade, ao conceito mítico moderno de dignidade humana, e, que todavia, fica numa situação complicada...

Como é um homem que se diz a serviço de "Deus" (não aprendeu muita coisa das Ciências Humanas, logo se vê) ele tem de legitimar esse discurso na Bíblia, que é tudo menos um livro moderno, é tudo menos libertário, é tudo... menos bom. E, então, dá-lhe alegoria, manipulação como "recurso ao sentido potencial", essa coisa...

Pior ainda: como ele detesta a modernidade (deve ser raiva dos críticos do XIX), ele não pode afirmar que os valores que ele realmente tem são modernos. De sorte que ele então passa a falar mal da modernidade.

Vejam a caricatura do moço: um sujeito que ama os valores modernos, mas tem que dizer que detesta a modernidade, e se vê obrigado a dizer que os valores que ele defende são - ai! - os valores daquele livro de senhores e escravos chamado Bíblia...

Uma caricatura triste.









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget