domingo, 29 de março de 2015

(2015/357) A arte, o que é?

A arte?

A arte é água com que lavo minha carne da imundície do mundo, a imundície que eu respiro, a imundície que eu bebo, a imundície que eu como, a imundície que eu sou...

Mas a arte, senhores, de que é feita a arte, senhores, senão da mesma imundície que respiramos, bebemos, comemos, somos?

Toda a poluição de que sou feito está na arte, toda a merda, toda a sujeira, tudo está na arte, porque não há anjos, não há demônios, há apenas a imundície da vida e, na vida, nós...

... e a arte que ela produz.

De sorte que, senhores, digamos que a nossa imundície é o substrato propício para que brote a arte...

Ou, dizendo em termos teológicos: a nossa arte nos purga da imundície que somos.












OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget