sexta-feira, 20 de março de 2015

(2015/297) Déspota é déspota

É preciso compreender e aceitar que cada qual pode olhar o mundo com os olhos que desejar.

É possível e de direito reconhecer que o modo como os próprios olhos observam o mundo é o modo mais adequado - não fosse assim, a escolha ter-se-ia dado por mera adesão acéfala...

Mas é ainda mais imperioso reconhecer que se deve querer e desejar que cada qual olhe com o próprio olho, com o olho que desejar...

Quando, na pesquisa, queremos que o outro olhe com nosso olho, tornamo-nos um pequeno déspota ridículo, um pequeno déspota ridículo nos jogos da academia...










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget