domingo, 4 de janeiro de 2015

(2015/006) Platão, seus mitos e o mazdeísmo

No mazdeísmo, religião zoroastriana, iraniana, presente ainda hoje, crê-se em duas substâncias - a anímica e a corpórea. O sacrifício (do fogo) masdeísta pretende recuperar o instante inicial da inocência e da pureza, quando as duas substâncias ainda não estavam misturadas. A mistura, isto é, a corrupção, foi obra do maléfico Arimã.

Eu estou cada dia mais convencido que Platão "roubou" toda a sua mitologia/teologia- dos persas: o que eu acabo de descrever, presente no Avesta, é nada mais na da menos do que a doutrina da "queda" de Platão...







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget