terça-feira, 27 de maio de 2014

(2014/510) Homossexualidade e promiscuidade


Osvaldo, não te enoja a promiscuidade dos gays?

Meu caro, a promiscuidade é apenas dos gays ou dos héteros também? Deixe-me dizer que eu não tenho nada com a vida sexual de ninguém. Se meu vizinho, hétero, quer pegar todas, e encontra quem lhe dê o que queira, nada tenho a ver com isso. Se quer um ménage à trois, uma orgia, e a obtém, não tenho nada com isso. Se sai com a vizinha, não tenho nada com isso. Da mesma forma, se há gays que querem pegar ou ser pegos por quantos haja na pista, não tenho nada com isso. Se há gays que querem um quarto com três ou dezessete, nada tenho com isso. Se há gays que saem com o vizinho, não tenho nada com isso. Sim, a promiscuidade afeta a minha sensibilidade puritana de bom moço e marido, mas não apenas a promiscuidade gay, a hétero também. Mas eu nada tenho com isso. Se pagam impostos, bancam-se e são cidadãos de bem, a comida que têm na mesa e na cama é da conta deles. Se está claro, então, direi que com a promiscuidade, a despeito de ser problema deles, sim, eu tenho problemas, mas com a homossexualidade, não. Acho que há gays mais fieis do que muito crente que conheço...









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget