sexta-feira, 25 de abril de 2014

(2014/335) Igreja como Império e Corte de Justiça


A Igreja foi por muito tempo Império e perdeu a compaixão, adquirindo aquela espessa camada de pedra e argamassa com que os castelos se recobrem e se emuralham. Seu rei tornou-se insensível e governador, administrador de terras e principados...

... e ruiu.

Não é mais império, mas ainda se considera uma corte de justiça. Seus reis trocaram de profissão e são togados da corte - uma corte bufa, mas, uma corte...

Seria preciso que alguém lhes esbofeteasse a cara, para despertarem de seu delírio e se darem conta de que estão ali apenas para o exercício da compaixão e nada mais - absolutamente nada mais...

Quanta nostalgia dos castelos!

Quanta vaidade de togados...









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget