domingo, 20 de abril de 2014

(2014/289) Sobre transcendência


Levar a sério a questão da "transcendência" não é simplesmente substituir o termo "Deus" e "sagrado" por "transcendência", como se isso resolvesse as coisas e nos desse um ar mais acadêmico - transcendência, nesse sentido, é tão mitológico quanto Deus.

Levar a sério a transcendência é:

a) num movimento para fora, recuperar TODOS os discursos sobre transcendência e tratar o "nosso" como mais um - e sem nenhuma condescendência do tipo cínico: quando os demais se aperfeiçoarem, estarão à altura do meu, coitados! Hipocrisia falso-acadêmica...

b) num movimento para dentro, compreender o processo cérebro-psicológico da construção dos conceitos, inclusive o de transcendência...

É por isso que considero, no todo, a Teologia clássica algo ruim, ultrapassado e perniciosos para a comunidade acadêmica - ela faz de conta que pensa o conceito, quando, na verdade, reúne sempre novos argumentos e novas roupas para a manutenção do mesmo mito e a perpetuação dos mesmos elitismos teológicos de sempre.









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget