quinta-feira, 17 de abril de 2014

(2014/234) Jesus e Judas


Deus começou a sessão.

Senhores do conselho - preciso de dois voluntários.

Um: morrerá na cruz, será humilhado e sofrerá bastante (não tanto quanto muitos outros homens mortais, haverá quem sofra mais, é claro, mas o grau de sofrimento não será pequeno.

Silêncio...

Mas ressuscitará...

Movimentos na audiência.

... e será trazido em glória aos céus, para, no fim dos tempos, retornar com todo poder e autoridade...

Trezentos e dezoito se apresentam.

Deus sorri e toma Jesus pela mão.

Agora, o outro voluntário.

Trezentos e dezessete se oferecem.

Calma, deixem-me explicar. Ele será discípulo de Jesus.

Eu, eu, eu, eu, eu, eu...

Calma. Ele trairá Jesus...

Olhos arregalados.

Vai ser o responsável pela entrega dele às autoridades. Vai se matar, coberto de remorsos. E, talvez o pior, será execrado para sempre, por todos os homens e mulheres da Terra...

Saem todos, e fica um, o ancião dos anciãos, o mais sábio dentre todos, acostumado com os serviços mais pesados da casa.

Eu me apresento.

Comentam-se que Jesus teria, até hoje, um certo constrangimento na alma...














OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget