segunda-feira, 11 de novembro de 2013

(2013/1319) Proximidade, distância e falsas impressões


O fato de eu olhar com mais simpatia para judeus e para muçulmanos do que para cristãos revela apenas o fato de que eu sou mais idealista do que imagino: a ideia de judeu e de muçulmanos é capaz de me encantar mais do que a realidade concreta desse cristão aqui e agora... Para além do fato de que esse cristão aqui e agora esforça-se à beça para que eu tenha essa sensação desagradável, resta a constatação de que eu sei que estou iludido - um mês a conviver com um judeu judeu ou com um muçulmano muçulmano seria suficiente para eu perder essa sensação meio zen que tenho quando penso nas abstrações judeu-islâmicas... A proximidade revela as imperfeições...






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget