quarta-feira, 30 de outubro de 2013

(2013/1271) Teologia para quem?


Eu aceitaria o discurso estético da fé, esse que anda perambulando por aqui e por ali, constrangidamente, se, antes, disséssemos, em alto e bom som, que tudo é mito e invenção humana. Depois de cinco minutos em estarrecedor silêncio, depois de termos feito todos realmente entender que tudo é mito e invenção humana, então, aí sim, diríamos que não há problema algum, porque podemos, agora, fazer poesia e "expressar" e coisas assim, bem algodão doce...

Agora, falar de expressar, símbolos, metáforas, para quem ainda pensa que a coisa que lá se diz estar está tanto quanto antes, cá entre nós, é ou não é um modo de apenas podermos ainda dizer para as mesmas pessoas o que diríamos se ainda fôssemos ortodoxos...?

Não é apenas o público que queremos?









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget