sexta-feira, 25 de outubro de 2013

(2013/1218) Da irredutível condição humana


Nem biologicamente, nem filosoficamente, nem antropologicamente, nem sociologicamente, nem historicamente: de nenhuma forma é possível reduzir o ser humano a uma única grandeza, dimensão, a um único sentido, ponto...

Somos pó, mas mais do que pó.

Somos pensamento, mas mais do que pensamento.

Somos cultura, mas mais do cultura.

Somos sociedade, mas mais do que sociedade.

Somos herança, mas mais do que herança.

Somos complexos. Irredutíveis.









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget