quinta-feira, 26 de setembro de 2013

(2013/1118) Cui prodest? Quem ganhou com a narrativa de Caim?


Qual o interesse de quem fez Caim ter sua oferta recusada e Abel ter sua oferta aceita por Yahweh?

Por que alguém está querendo fazer alguém crer que Yahweh não quer (mais?) ofertas de cereais, e que, agora, quer é sacrifício de animais?

Será que quem escreveu essa narrativa era agricultor, homem de cereais?

Será que quem escreveu essa narrativa era sacerdote, homem de viver de animais matados a cutelo?

Será que essa narrativa fala apenas dos interesses institucionais, os quais, impiedosamente, não apenas servem-se de pessoas, e as descartam, mas também fazem-no como que por Deus autorizados?

Quanto a você, eu não sei - mas, dada, no mínimo, a tradição jesuânica, se me interessassem essas questões de ofertas religiosas, eu escolheria, sem pestanejar por um único segundo, cereais.

Tomo o partido de Caim...

Negam-lhe a oferta e ainda o tornam assassino do irmão...

Gente religiosa é fogo...






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget