domingo, 23 de junho de 2013

(2013/625) Uma comissão ateia de DH e a "cura de crentes"

Uma comissão ateia de Direitos Humanos decide que religião é uma doença - eu confesso que a tese me parece mais empírica do que a tese do Feliciano e da comissão-de-Deus de que homoafetividade o é... Mas, volto ao que eu dizia: se uma comissão ateia decide que religião é doença e que religioso pode ter tratamento de psicólogos para curar a virose cerebral de que são vítimas, a comunidade teológica gritaria a velha máxima de que só teólogo (e teólogo da cartilha da fé!) sabe o que é religião e blá, blá, blá - de blá, blá, blá, crente entende à beça. De blá, blá, blá e de política!

Mas, quando a comunidade médica afirma que homoafetividade não é doença, mas o deputado-de-Deus diz que é, vale a política... A comunidade médica que se cale... O gay, sofrendo PORQUE a sociedade o faz sofrer, ele que vá apresentar-se ao neo-padre, o "psicólogo"...

Por que crente tem - SEMPRE - dois pesos e duas medidas?




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget