domingo, 10 de março de 2013

(2013/222) Você já leu Eclesiástico 24? Não? Talvez por isso goste da ideia de um João bebendo do vinho grego...


1. Você já leu Eclesiástico 24,1-15?
Eclesiástico, 24


1. A sabedoria faz o seu próprio elogio, honra-se em Deus, gloria-se no meio do seu povo.
2. Ela abre a boca na assembléia do Altíssimo, gloria-se diante dos exércitos do Senhor,
3. é exaltada no meio do seu povo, e admirada na assembléia santa.
4. Entre a multidão dos eleitos, recebe louvores, e bênçãos entre os abençoados de Deus.
5. Ela diz: Saí da boca do Altíssimo; nasci antes de toda criatura.
6. Eu fiz levantar no céu uma luz indefectível, e cobri toda a terra como que de uma nuvem.
7. Habitei nos lugares mais altos: meu trono está numa coluna de nuvens.
8. Sozinha percorri a abóbada celeste, e penetrei nas profundezas dos abismos. Andei sobre as ondas do mar,
9. e percorri toda a terra. Imperei sobre todos os povos
10. e sobre todas as nações.
11. Tive sob os meus pés, com meu poder, os corações de todos os homens, grandes e pequenos. Entre todas as coisas procurei um lugar de repouso, e habitarei na moradia do Senhor.
12. Então a voz do Criador do universo deu-me suas ordens, e aquele que me criou repousou sob minha tenda.
13. E disse-me: Habita em Jacó, possui tua herança em Israel, estende tuas raízes entre os eleitos.
14. Desde o início, antes de todos os séculos, ele me criou, e não deixarei de existir até o fim dos séculos; e exerci as minhas funções diante dele na casa santa.
15. Assim fui firmada em Sião; repousei na cidade santa, e em Jerusalém está a sede do meu poder.
2. Aí estão os títulos, todos, que o Verbo recebe em João 1,1-18. Ah, não, falta a graça e a verdade, não é? João diz que a Lei veio com Moisés, mas a graça e a verdade, com Jesus, não é? Então, meus amigos, leiam o v. 25:
25. em mim se acha toda a graça do caminho e da verdade, em mim toda a esperança da vida e da virtude.
3. Em Eclesiástico 25, um dos livros que os judeus vão expulsar do seu cânon - junto com os cristãos da sinagoga - fala que A Palavra "encarnada", que é graça e verdade, é a Torá. Os cristãos expulsos haviam, aposto, se apropriado desses títulos e aplicado a Jesus, para fazê-lo mais velho do que o batista e, por isso, messias...

4. Mas se prefere ir à Grécia buscar sentido para João. Que se vá...

5. Quanto a mim, a dependência direta de João de Sabedoria, Eclesiástico e Baruque responde, de uma só vez, a uma série de questões:

a) de onde saiu a noção da alta cristologia, se o máximo a que se tinha chegado era o nascimento virginal? Resposta: da noção de Palavra encarnada, que a sinagoga aplicava à Torá há pelo menos duzentos anos.
b) por que os judeus recusaram-se a "canonizar" certos livros da LXX? Justamente porque os cristãos os usaram para construir sua defesa final do messianismo celeste de Jesus;

6. O fascínio da Grécia, todavia, é tão forte, que sua luz parece no cegar para ver o óbvio...

7. Se não sou eu a cegar-me diante de tanta claridade...





OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget