domingo, 3 de março de 2013

(2013/195) Ninguém jamais viu a Deus - heim?


1. Em Jo 1,18 - em (a meu ver) polêmica com os judeus e a Torá de Moisés (isto é, com a sinagoga), João diz que ninguém jamais viu a Deus, exceto o Filho...

2. Bem, Nm 12,8 diz, com todas as letras, que Deus fala boca a boca com Moisés, falando claramente com ele, e não por meio de enigmas, e diz ainda que Moisés vê a sua forma, a forma de Yahweh - ainda que A Biblia Hebraica, da Sefer, deseje que seja a "glória", no que revela ideologia a serviço da tradução - temunah não é glória, é forma, imagem, figura, aparência...

3. Bem, há, bem se vê, uma gritante contradição entre Jo 1,18 e Nm 12,8. O que você acha?

a. (   ) João não conhece Nm 12,8, logo, fala do que não sabe;
b. (   ) João conhece, mas por meio da LXX, que altera o sentido da frase, o que apenas revela que o que ele sabe depende do que ele lê...
c. (   ) João sabe, mas está se lixando - o importante é derrubar a tese de que Moisés é maior do que Jesus...

4. O que você acha?

5. Bem, quanto a mim, ponho as barbas de molho: seja João, seja Mateus, erram feio - como qualquer um de nós, mortais...




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

4 comentários:

Leonardo Martins disse...

Olá Osvaldo,
1. O Strong traduz temunah como forma (7 ocorrências) e semelhança (3 ocorrências).
2. Segundo ele, esta palavra deriva de min (palavra pouco usual) a qual traduz por tipo ou espécie.
3. O dicionário da Vozes traduz como forma, imagem e representação.
4. Não estou certo se estas traduções são confiáveis, contudo não me parece que apontem para uma definição completa/concreta de Deus.
5. Não consigo pensar no Hebreu admitir ver a Deus (diferente de ver a forma como parece sugerir o texto). Há muito mais coisa aqui, mas já sabe do que falo.
6. Quanto a sua tese é muito perspicaz. João faz este mesmo movimento no capítulo 9. Jesus é maior que Moisés.
7. Suas perguntas e tese são muito interessantes, mas não me arrisco a dizer com toda certeza que João errou feio. Se fiz a lição de casa direito (até onde fui capaz de fazê-la) não posso afirmar tal contradição.
8. Não sei se dá para fazer esta associação direta de horaó (ver, olhar, experienciar, perceber, discernir) Deus (objeto direto) de João, com temunah de Números. (Eu disse não sei se dá).
Conclusão: Suspendo o juízo por conta das minhas limitações.

Peroratio disse...

A palavra temunah tem um sentido concreto - não é uma abstração. Em Sl 17,15, chega a ser sinônimo de face.

Acho que a sua dificuldade em pensar o judeu vendo a face de Yahweh deriva do fato de que você transpõe para o AT a teologia cristã ou, pelo menos, a judaica pós-helênica.

Não apenas o judeu via Yahweh, como fala boca a boca com ele, vê a sua forma - no caso do "Moisés".

É preciso saber por que meios João chegou a negar Nm 12,8 - mas que não condiz com a tradição judaica clássica, veterotestamentária e pré-judaísmo tardio, a afirmação de que ninguém viu a Deus, não condiz.

João roubou da sinagoga até a declaração de que Jesus é o verbo encarnado. Negar que Moisés tenha visto Deus é apenas uma consequência.

Seja como for, sempre estamos diante do discutível.

Jones F. Mendonça disse...

Ainda que João tivesse às mãos um texto hebraico, não hesitaria em apresentar Yahweh de acordo com concepções gregas. Tiago, por exemplo, afirma que em Deus "não pode haver variação ou sombra de mudança" (Tg 1,17). Mas o Yahweh do A.T. não vive mudando?

O autor de Hebreus declara que Abraão não duvidou da promessa. Mas ele não riu quando recebeu a notícia (Gn 17,17)?

Com a exegese judaica é possível transformar temunah, por associação, a outro termo que tenha sentido diferente. Coelhos saem da cartola num passe de mágica.

Difícil decidir entre as lacunas 2 e 3.

Leonardo Martins disse...

Desculpe minha pergunta, mas como assim cultura "judaica pós-helênica"? Uma vez que não se trata da visão cristã.

Quando disse "Não consigo pensar no hebreu admitir ver a Deus", estava me referindo ao fato do judeu sequer pronunciar o seu nome (Dt 5,11). Ver a forma pareceu-me razoável, vê-lo diretamente pareceu-me improvável (concluí). Acho que me equivoquei, então. No mais entendi perfeitamente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget