sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

(2016/008) Pobre de nós, comedores e citadores de livros...


Tomo nas mãos livro de referencial teórico sobre exegese e coisas do gênero, fazendo um trabalho renomado sobre o livro de Jó, e ensinando-nos sobre a estrutura da composição. É alemão o erudito, o que quer dizer que é atento aos detalhes. Ele nos ensina sobre o centro nervoso estrutural de determinada parte do livro. Indica o capítulo, o versículo, a palavra! Admirável! Admirável! 1,756 citações, podem esperar, nos próximos periódicos...

Interessa a alguém saber que a palavra que ele indica como centro do centro do centro não existe, é resultado do erro de um copista?

Tomo nas mãos um dos mais renomados comentários a Êxodo do mundo. Outro alemão. O livro pode ser vir de arma branca, tal o volume de páginas... O nome de Moisés jamais aparece em Ex 33,18-23, mas isso não assusta o erudito, que trata a passagem como se referindo a Moisés e, a despeito de o texto deixar claro que Yahweh não vai mostrar sua face ao personagem anônimo (sim, anônimo!) da passagem, o comentário famoso, caro e useiro e vezeiro dos periódicos interpreta-a como mais um momento em que Yahweh revela sua intimidade a... Moisés...

Não somos vira-latas apenas na cultura e na política... Somos vira-latas acho que em tudo.






Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget