quinta-feira, 9 de abril de 2015

(2015/405) Escravidão e questão homoafetiva contemporâea

Se a igreja hoje pregasse ainda o direito divino de o branco proprietário ter escravos, acho que, deixa eu ver, 80% dos membros de todas elas aceitariam tranquilamente. Um grupo proporcionalmente menor do que esse, não. Mas não sei se reclamariam com os administradores de Deus...

Duvida?

Qual o percentual delas que aceita tranquilamente que seus pastores ensinem que os gays vão para o inferno? Do percentual restante, quem reclama?












OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget