sexta-feira, 6 de março de 2015

(2015/245) Sobre o fato de a religião ser (apenas) cultura humana

Tudo quanto é cultura(l) é humano.

Sendo humano, é criado pelos humanos.

Dizer que é criado pelos humanos é a mesma coisa que dizer que tudo isso é invenção, imaginação, criatividade...

Não há nada extra-humano para além da cultura: dentro dela, tudo é humano.

A cultura humana inventou a arte: romances, canções, poesia, cinema, teatro, TV - tudo isso é inventado, tudo isso é invenção, tudo isso é criação humana.

É a mesmíssima coisa com a religião e seus mitos - todas as religiões, todas, e todos os mitos de todas as religiões, todos.

O ser humano inventou tudo isso.

Cada item dos mitos, cada personagem e deus, cada valor, cada tabu, cada narrativa, cada sim, cada não, tudo isso os homens inventaram, criaram - nada há aí que não seja humano, invenção humana.


Ponto.

A arte, inventada, o cinema, inventado, o teatro, inventado, o romance, inventado, todas essas coisas da cultura, inventadas todas, são, por isso, porque são inventados, necessariamente sem valor e ruins?

Nem vou responder...

O mesmo vale para a religião e os mitos: tudo, absolutamente tudo inventado por nós, por nossos pais e avós, ancestrais e mortos ontem e há dez mil anos - mas isso não significa que seja (mas às vezes é) necessariamente ruim.

É e não é. Pode ser e pode não ser. Depende de qual, de quando, de onde, de quem, de como, de para que...

Agora, se você vem legitimar a religião e os mitos da religião com o próprio discurso da religião e de seus mitos, ou seja, assumindo o discurso delas como algo divino, direi que você é um embusteiro. Ou um inocente crédulo e enganado, ou um embusteiro profissional.

E, se você disser que a religião, para funcionar, precisa ser assim, as pessoas precisam acreditar que ela é o que não é, então eu não falarei mais nada, porque você se condena a si mesmo diante da própria consciência - e, se pode mentir para si mesmo, quanto mais para mim...













OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget