quinta-feira, 12 de junho de 2014

(2014/596) Sobre ócio "burguês" e as perguntas existenciais


As perguntas existenciais (de onde viemos?, para onde vamos?), que Rubem Alves trata (equivocadamente, a meu ver [em O que é Religião?) me parecem perguntas burguesas - quero dizer, só vêm à tona no ócio. Duvido que pobres, camponeses expropriados, endividados, famintos, trabalhadores, escravos, tivessem tempo para expressar a sua pergunta...

Mas, então, inventou-se a religião e gente que vivia disso, tanto quanto se inventaram os reis e o ócio das cortes: unidos o ócio das cortes e o ócio sacerdotal/filosófico, as perguntas foram feitas...













OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget