quarta-feira, 30 de abril de 2014

(2014/379) Conversas sobre religião, sim, conversas religiosas, não


Não, não quero ter nenhuma - absolutamente nenhuma conversa religiosa com qualquer religioso, de qualquer credo, quanto mais fundamentalista/integrista for o sujeito, mas mesmo com religiosos ditos "abertos". Conversas religiosas, não quero mais nenhuma.

Mas posso conversar sobre religião com quem deseja - desde que ambos se coloquem fora dela e a tratem como "objeto" a ser analisado de fora. Nesse caso, religiosos terão muita dificuldade, mas, em tese, podem fazer o esforço e lograr sucesso na empreitada. 

Quero dizer - alguns: porque, outros, para estes seriam apostasia admitir, mesmo que por hipótese, a plataforma crítica a respeito do fenômeno cultural da religião.









OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget