sábado, 26 de abril de 2014

(2014/340) Melô das madama de classe média e a emancipação das domésticas


A letra pode ser lida de modo literal - um marido machista, contrariado porque a "nega" dele agora quer ser "madame". Quem a usou foi Maria Soave Buscemi, em um artigo feminista, lendo-a em sentido "crítico". Mas pode ter sido escrito do ponto de vista do marido aborrecido com sua mulher, que, para ele, quer pôr as manguinhas de fora. Eu a usei apenas para fazer troça com as madama que estão reclamando das domésticas que, agora, querem pagar merrecas para as suas "negas"...

Riachão


Cássia Eller


Beth Carvalho


Banda Mariposa





OSVALDO LUIZ RIBEIRO



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget