terça-feira, 12 de novembro de 2013

(2013/1348) Sobre os seres que Morin diz haver


Morin é Edgar Morin. Gênio vivo.

Morin diz que há três tipos de seres.

Os seres físicos, feitos, todos, das mesmas substâncias, moléculas, átomos, subpartículas e, para mais abaixo, o que quer que seja que há: são exemplos o pão, a baleia azul, o quasar e o palito de fósforo, além, obviamente, de nós, de todos os seres vivos e inanimados do Universo físico.

Os seres de organização são constituídos por seres físicos, mas não se confundem com eles. Por exemplo, o turbilhão, o redemoinho. Um obstáculo, um feixe de energia e ele se forma, rodando, rodando, como uma supercélula atmosférica, uma galáxia ou a água a escoar na pia.

Os seres de espírito são os habitantes da noosfera, o mundo do pensamento humano, seja privado, seja compartilhado. Não têm existência física, mas são tão reais, em seu modo particular de ser, quanto os seres físicos e de organização: podem matar... São exemplo deles, os conceitos, os números, os deuses, os personagens de romances...

Com os dois primeiros, fez-se o Universo. O homem criou os terceiros. Quando o homem desaparecer, eles desaparecerão, todos, com ele.







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget