terça-feira, 22 de outubro de 2013

(2013/1185) Ecumenismo e sua insuficiência ética - melhor ele do que nada, mas ele é apenas um passo


Eu entendo e ecumenismo e o prefiro a essa arrogância e empáfia fechada e dogmática do doutrinismo de gueto - nesse sentido, mil vezes mil vezes o ecumenismo.

Todavia, vencido o primeiro embate com o doutrinismo exclusivista e santarrão, não se poderá dizer, agora que estamos sozinhos, que o ecumenismo ainda é insuficiente? Ah, sim, mil anos luz na frente da tradição landmarkista, mas, a despeito da abertura, é, ainda, um fechamento...

O passo de abertura real é o diálogo inter-religioso. Todos unidos, sob o mesmo deus, não é, ainda, a utopia - é o mais pobre do melhor dos mundos cristãos possíveis, mas é ainda muito, muito pouco em face da pluralidade cultural que grassa no mundo...

Nesse sentido, o bom ecumenismo é aquele que, ao mesmo tempo, se abre para o diálogo fraterno com todos os deuses e com todas as fés.








OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget