domingo, 22 de setembro de 2013

(2013/1102) Verdade e vida


A verdade é uma condição pré-humana. É biológica. É celular. Qualquer tentativa de tornar a verdade algo "humano", falha em prestar contas à vida enquanto processo de mapeamento contínuo do mundo físico...

A relação humana com a verdade não é a própria verdade - é o trato psicológico humano com os seus conceitos - conceitos que podem ter ou não parte com a realidade...!

Minha relação com a verdade - com o que eu penso ser a verdade - é agonística. Não tenho uma relação blasé com a verdade. "Tanto faz" não é uma frase que me venha à boca, em se tratando da questão da verdade...

Assim, quando discuto com alguém, primeiro, é sempre algo muito sério para mim. Segundo, estou desesperadamente em busca de saber se estou certo ou não. Terceiro, o outro nunca é critério. Quarto, eu nunca sou critério. Quinto, o conceito nunca é critério. Sexto: critério é o real descrito no conceito, seja o meu, seja o do outro - e, se o conceito não dá conta do real, para mim não tem valor algum.

Por isso, conceitos, para mim, são secundários e autores, mais ainda: conceitos e autores são relevantes, se prestam conta ao real...

No fundo, se estamos em torno da questão da verdade, estamos todos, sempre, discutindo o real, e não conceitos e autores... E, se não estamos, não é em torno da questão da verdade que estamos...








OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget