quinta-feira, 21 de março de 2013

(2013/301) Eliseu ou Miqueias?

1. Vamos falar um pouco bem dos personagens da Bíblia, depois de condenarmos sem sursis o sanguessuga do Elias...

2. Falemos de Eliseu e de Miqueias. Eliseu tem problemas com golpes de Estado no Norte, mas me refiro ao modo como ele tratou a sua respectiva viúva.

3. Ela teve morto o marido, coitada. O morto tinha dívidas. O credor, judeu bem parecido com nossos pastores homofóbicos de hoje, sabem da Lei o que interessa saber, cobrou. Não tem com que pagar: toma-lhe filhos como "garantia"...

4. Homossexualidade a Lei proíbe: escravizar filho de viúva por conta de dívida tá de bom tamanho, né, Deus? Entendi...

5. Voltemos.

6. Ela chora as pitangas. Quem sente o cheiro da fruta boa de fazer sucos? Eliseu.

7. É um macumbeiro evangélico dos bons, cheio dos alacazans e dos kamekameha. Ele a ouve e fica sensibilizado. Decide gastar um pouco de magia...

8. Manda que a viúva ajunte vasilhas. Ela ajunta. Interessante essa questão de ela entrar em casa e fechar a porta. Lembra a orientação de Jesus - entra em teu quarto e tranca a porta... Também Jesus multiplicou pães, à semelhança de Eliseu... Alusões?

9. Mas não nos desviemos. Quando ela se tranca em casa e ajunta as vasilhas, o macumbeiro evangélico faz as macumbarias e as vasilhas se encherem até não poder mais cair uma gota.

10. A metade, ele diz, vende e resgata teus filhos. A outra metade, vive com ela...

11. Quanto é?

12. Um sorriso de alegria...

13. Outra figura. Miqueias  Dele, falarei pouco agora. Apenas que ele denunciava latifundiários. Era no fundo o mesmo fenômeno: ai do que junta cerca a cerca e toma a terra da viúva. A viúva está endividada. O credor, bom judeu como são bons os cristãos e pastores homofóbicos (do Evangelho só lembram do Inferno), credor que é, cobra. Ela não pode pagar. Problema não - dá tua terra... Dez viúvas depois, ele é latifundiário, igual aos nossos, brasileiros e latino-americanos, donos de terra à custa Deus sabe que que viúvas...

14. Miqueias denuncia isso. Não consta ter constituído um grupo de sem-terras. Mas ele faz a mesma denúncia que o MST - ele desejaria uma Reforma Agrária.

15. Aliás, quando a elite foi deportada, os camponeses tomaram as terras da coroa para si. Em Ez 33,24, a elite reclama que o povo que ficou nas "ruínas" esteja tomando a terra e dizendo que é sua, alegando que, se era de Abraão, era deles. No fundo, há uma mútua acusação: a elite acusa os camponeses de tomarem suas terras e os camponeses respondem dizendo que eles é que tomaram as terras que eram de Abraão...

16. Terra, desde então, era problema sério...

17. Mas pensemos esses dois homens: Eliseu e Miqueias. O primeiro, é "conservador" - não faz revolução, sequer menciona o credor, não chama a sua atenção, não denuncia que é um canalha. Apenas faz sua magia: a viúva precisa de comida? Ele dá. É um bom homem - o que ele recebeu de graça, dá de graça. Mas, a depender dele, o credor continuará a cobrar, a tomar terras e filhos. Se depender dele, viúvas chorosas sempre haverá. Ele não é "marxista" - é só um Francisco...

18. Já Miqueias... Não vai ao varejo: não vai à viúva - vai direto ao fabricante delas, à Grande Indústria da pobreza - e denuncia, expõe a chaga fétida da fé... Lembro-me do bom judeu que volta da Babilônia e tem de confessar que ele também tem seus escravos - é um bispo da Igreja, com seus pecados escondidos, mas, vindo à tona, ao menos confessa-os e, tem remédio?, aceita curá-los...

19. Miqueias está mais para a Teologia da Libertação do que para a Caritas. Ele sabe que o dono das terras, o ladrão de cercas, produz viúvas com a velocidade do raio - e ele, em lugar de consolar viúvas, quer fechar a torneira das lamentações. É um político - sobretudo.

20. Talvez sejam necessários os dois. 

21. Há, já, viúvas demais a chorar. Precisamos, quem sabe?, de Eliseus que façam mágica. Mas precisamos, sobretudo, de Miqueias que estanquem o sangue, que matem o monstro comedor de moirões, que terminem, de uma vez por todas, com a maldade dos homens.




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget