quarta-feira, 13 de março de 2013

(2013/241) Quando o pregador chegar ao céu

É assim, olha. Ele toma todos os textos de acusação e lança sobre os pecadores da vez - eram os "macumbeiros", que ainda apanham, mas, a moda, agora, é gay. 

Ele, então, seleciona os textos de condenação. Piamente, seu coração os lê, para, todos os dias, ele certificar-se de sua imprecação contra os pecadores e os pecados...

Quando eles, os gays, ou alguém por eles, revidam, toda sorte de novas condenações vem à tona - e ele seleciona os textos, um a um, para os declarar, profeticamente. 

Ele tem os textos pintados na Bíblia, marcados à caneta e anotados na primeira página,m como roteiro de condenação, caso esqueça, no púlpito e na rede...

E os lê, saboreando cada palavra, a sintaxe e caprichando na prosódia...

E, então, um ataque do coração o leva diante da presença de Deus - o Juiz...

Deus olha para ele e mostra duas colunas de textos da Bíblia.

_ Que coluna queres que use para ti, homem? Essa, que você usou contra os pecadores que elegestes para humilhar? Ou essa, que anuncia graça e misericórdia?

_ A de graça, Senhor, a de misericórdia!

_ Se queres para ti, hipócrita, porque não usaste o mesmo para os pecadores que humilhaste?

E lá vai ele, arrastado por três demônios, que lhe comerão as tripas, dia e noite...





OSVALDO LUIZ RIBEIRO

3 comentários:

teologia disse...

Excelente comentário Osvaldo!

Jorge Pereira disse...

Olá Osvaldo!
Por outro lado ainda tem aqueles que se acham em um grau mais elevado: eleitos, predestinados, escolhidos, cidadãos do céu, herdeiros do trono, detentores do verdadeiro saber, autoridades celestiais. Tenho "certeza" que é desses que devemos temer. Concorda?

Alberto Walker disse...

Caraca, o Silas Malafaia tá arruinado e estará perdido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget